Ocorreu um erro neste gadget

Minha lista de blogs

terça-feira, 8 de junho de 2010

Impactada

Realmente não tenho outra expressão que possa descrever o que foi o seminário de santificação ministrado pela missionária Sarah Sheeva, a não ser: IMPACTANTE.

Que sacudida o Senhor me deu após aquelas ministrações, mesmo quando se tratava de assuntos que eu já tinha uma certa noção, parecia que eu estava ouvindo falar sobre o assunto pela primeira vez.

O que eu posso concluir é que o zêlo de Deus sobre os seus filhos foi manifesto nesses dias...

Agora não podemos e não devemos nos esquecer que esse é só o começo da obra estauradora de Deus em nós, O Senhor nos revelou a razão de alguns problemas, os sintomas de algumas doenças, mas não podemos parar por aí. Se o Deus nos revelou o porquê de tantas lutas e dores, agora é o tempo de sermos verdadeiramente curados.

Eu e um irmão em Cristo conversávamos acerca do que foi esse seminário para nós, e quando ele me perguntou o que eu achei, brinquei dizendo: "esse seminário vai me custar ainda muitos gabinetes com o pastor...", e é verdade irmãos, o Senhor se revelou e nos confrontou através da Sua Palavra durante esses 4 dias, mas pra quê? Esse é apenas o começo, torno a dizer, o começo de um novo tempo na vida daqueles que realmente derem ouvidos à voz do Espírito Santo de Deus.

É chegado o tempo de nos despirmos, sem pudores diante de Deus, afim de que Ele possa agir livremente em nós.

Um abraço a todos e que o Espírito Santo governe você!





sexta-feira, 4 de junho de 2010







Olá amigos, estou muito feliz e ainda com grandes expectativas quanto ao transcorrer do Seminário de Santificação com a Miss Sarah Sheeva, que teve início ontem, 03/06/2010 na minha igreja.

A primeira ministração foi sobre o falar em línguas, qual a real importância desse ato dentro do corpo de Cristo, como deixar de ser um cristão almático(que vive debaixo do domínio da alma), para ser um cristão que é guiado e dominado pelo Espírito Santo de Deus.

Que arma poderosa o "falar em línguas!"

Use essa arma que Deus te deu com o propósito certo, não apenas quando se sentir arrepiado ou coisa parecida, mas em todo tempo.É no falar em línguas que o nosso espírito humano é edificado e se coloca no topo, conduzindo toda a nossa vida e dando total liberdade ao Espírito Santo de Deus.

Se você já foi batizado fale em línguas sem temor, e se não foi busque esse revestimento de poder.Seja um crente cheio do poder de Deus, e totalmente dirigido e orientado por Ele, declare à sua alma que quem manda é o Espírito, tome essas atitudes com fé, sempre com fé, pois aquele que se aproxima de Deus tem que crer que Ele existe!

Amanhã eu volto para falar sobre a ministração de hoje, bjs e fique na paz!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Ministério Apascentar Nova Iguaçu 2009 - Basta

Uma nova chance

Gente eu quero com partilhar com voces sobre algo muito importante que está acontecendo comigo. Há alguns anos atrás me vi numa situação muito difícil de superar, aos meus olhos era praticamente impossível que eu conseguisse reverter aquela situação. Tudo era tão complicado que eu resolvi fugir, isso mesmo, eu simplesmente fugi, deixei tudo pra trás, minha casa, meus sonhos, planos, projetos... Enfim, diante de tamanho obstáculo, usei o raciocínio, ponderei daqui e dali e pronto, a melhor e única forma de lidar com tudo aquilo era "dar no pé".
Anos se passaram e o Senhor foi me levando por caminhos que nunca haviam sido, por mim, antes percorridos, Deus me fez enxergar tudo de maneira muito diferente, me ensinou coisas novas, limpou minha visão, me fez amar Sua palavra de tal maneira... Me deu a chance de participar de um ministério de intercessão onde pude aprender a usar, de fato, as armas espirituais que Ele nos deu como igreja. Foram dias de intenso clamor, e nada nos fazia parar!
Me recordo com muito carinho aqueles dias, aliás, aqueles anos...
Nesse meio tempo, também cresci no meu ministério.
Deus me levou a "mares nunca dantes navegados"! Mas eu nem fazia ideia do que viria após todo esse processo de crescimento, intimidade e comunhão plena com Deus.
Eu havia até me esquecido daquilo que eu tinha deixado pra trás, lembra quando eu fugi sem pensar em nada?
Pois é, eu havia me esquecido, mas Ele não. Deus não havia se esquecido de nada!
E quando tudo parecia tão bem... 8 anos após, o Senhor me disse que eu teria que voltar e enfrentar o meu passado. Puxa vida, 8 anos depois eu já tinha outros planos,e nem dei muito crédito quando um profeta me disse que me via retornando a minha casa. Jamais! Pensei eu.
Pois é, mas quando Deus fala... a última palavra é sempre d'Ele, e eu O glorifico por isso, porque a minha vida está totalmente entregue nas mãos d'Ele! Aleluia!
Então cumprindo-se o que foi dito pelo profeta, voltei. Mas dessa vez, pensei comigo, será diferente, nada do que aconteceu no passado irá acontecer de novo! Tudo vai ser diferente!
Há queridos... tudo diferente? Foi o que eu pensei, mas não é o que está acontecendo. Tudo igual. Isso mesmo tudo igual. Diferente? Só a minha postura com relação aos problemas! No primeiro momento quando tudo começou a acontecer, me vi novamente perdida, sem saber direito que rumo tomar, pensei em saídas estratégicas, buscar algum tipo de apoio, algum ombro amigo, enfim, saídas humanas, porém quando dei lugar ao Espírito Santo de Deus, o Senhor falou nitidamente ao meu espírito. "-Quando voce fugiu daqui da primeira vez, foi porque não sabia lutar de forma espiritual, não estava preparada para enfrentar as lutas travadas aqui, mas hoje Eu tenho te ensinado a combater, tenho te ensinado a lidar com o mundo espiritual, tenho te dado armas eficazes, capazes de fazer bater em retirada principados e potestades que têm se levantado contra voce e sua casa, portanto se levante e ponha em prática tudo o que eu tenho te ensinado, não tenha medo porque quem vai à sua frente Sou Eu, Aquele que jamais perdeu uma batalha, portanto sê valente, esforce-se e não temas, Sou Eu que te ajudo!"
Bem amados e queridos irmãos, a batalha está travada, declarada foi a guerra e eu conto com a intercessão de voces , a todos que lerem esta postagem sintam-se constrangidos a apresentarem diante de Deus a minha causa, e esperem que dentro em breve, voltarei e com partilharei com voces das vitórias que O Senhor há de me conceder, no nome de Jesus!
Deixo um abraço a todos e que o Senhor os recompense de todo bem que fizerem apresentando a minha vida e da minha família diante do Senhor. Um grande abraço e até mais!











domingo, 18 de abril de 2010

Oposição satânica



Gostaria de iniciar um pequeno estudo sobre guerra espiritual.
Esse estudo me foi ministrado anos atrás, quando eu era ainda uma adolescente, mas me marcou de forma profunda, me ajudando a abrir a visão no tocante a realidades espirituais, antes nunca percebidas por mim. Então a partir de agora participe desse pequeno, mas valiosíssimo estudo que encontra base no livro de Neemias, quando este se esmerava incansavelmente na reconstrução dos muros de Jerusalém.

"Quando sambalate ouviu que reedificávamos o muro, ardeu em ira e se indignou muito, e escarneceu dos judeus. Disse na presença de seus irmãos, e do exército em Samaria: Que fazem estes fracos judeus? Permitir-se-lhes-á isto? Sacrificarão? Acabarão a obra num só dia? Vivificarão dos montões de pó as pedras que foram queimadas?" Ne 4: 1 e 2


O livro de Neemias mostra de modo vivo a estratégia inimiga contra a restauração dos muros de Jerusalém.
Há um homem em Samaria cujo nome é Sambalate, que tudo faz para demover Neemias e todo o povo do propósito de reconstrução. Sambalate é um símbolo de Satanás ( adversário).

1) Escárneo.

Essa é a primeira investida de Satanás e seus demônios: o escárneo, a zombaria...
A voz do escárneo vem daqueles que nos cercam ou através e pensamentos, mas sua origem é o adversário de nossas almas.
O principal alvo do escárneo é nos fazer parar mediante a intimidação daqueles que zombam da nossa fé.

Primeiramente Sambalate se levanta do meio de seus irmãos e dos samaritanos
(povo que
não temia ao Senhor, portanto constituiu-se um povo desprezado pelos judeus).

Nosso adversário com certeza nos desafiará diante dos nossos inimigos a fim de nos intimidar. É nessa hora que, sem temer e sem duvidar, temos de estar em alerta e com espírito de ousadia para nos levantarmos e manifestarmos nossa confiança em Deus.
Quanto ao fato de sermos aparentemente fracos, diante de tão grande obra não deve ser motivo de vergonha pois na carta de I Co 1:27 lemos que Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes, para que ninguém se glorie perante Ele.
Até mesmo o apóstolo Paulo quando pediu à Deus que lhe tirasse um "espinho da carne"
ouviu do Senhor: "o Meu poder se aperfeiçoa em sua fraqueza", daí podemos entender a lógica do nosso Deus, que quando somos fracos, aí é que estamos fortes.

Então ao invés de ficarmos por aí desanimados e entristecidos pelas acusações do diabo, devemos sim é, nos alegrarmos e regozijarmos no Senhor, porque somos escolhidos d'Ele.

Na próxima postagem a gente continua. Assista a esse vídeo da Pastora Ludmila Ferber e se fortaleça em Deus sem parar de lutar, como diz a canção: nunca pare de lutar...










Nunca parar de lutar.... Éssa é a única atitude a ser tomada.

quinta-feira, 25 de março de 2010

EXPERIÊNCIA PESSOAL: Tratamento de Deus
TÍTULO: Os perigos da desobediência


Já faz algum tempo que Deus tem me levado à reflexão com detalhes que acontecem no meu dia a dia. E vou agora com partilhar com vocês algo que já aconteceu comigo a alguns anos, para ser mais precisa no dia 25 de Setembro de 2004, mas tem servido para mim como uma experiência bem
atual.
"Como sou dona de casa, a famosa e conhecida profissão 'do lar', nossa vida acaba se tornando meio que repetitiva, sem muitas novidades, todos os dias são praticamente iguais, mas a 2 anos atrás em Agosto de 2002, minha rotina foi bruscamente mudada com a chegada do nosso filho Miguel, da noite para o dia nossas vidas tomaram um rumo diferente e tudo mudou.
Mas o que quero relatar nesse momento é que quando nós temos filhos nossa visão com relação aos nossos pais muda muito, começamos a entendê-los melhor, nos identificamos mais com eles, mas poucos de nós, infelizmente volta o olhar para o nosso grande Pai, Deus.
Meu filho sempre foi muito agitado e nervoso, com isso também muito impaciente, para nós, eu e meu esposo, sempre foi muito difícil controlá-lo, e muitas vezes, ao tentar
corrigi-lo o Espírito Santo dizia no meu íntimo: Vocês estão corrigindo seu filho pela desobediência e se esquecem que também devem se colocar na posição de filhos e se deixarem corrigir por mim!
Num certo dia Miguel, já com quase 3 anos e já na fase de dizer não para tudo que mandássemos, fez uma
pirraça muito grande na frente de uma amiga, e eu comentei com ela acerca do tratamento que eu estava dando a meu filho por tomar aquelas atitudes de modo tão frequente, e disse que por causa daqueles ataques pirraçentos nós não poderíamos fazer nenhum tipo de agrado ou dar-lhe a menor confiança, porque a menor chance que dávamos a ele já era motivo de novas crises de pirraça, ele sempre queria que sua vontade prevalessece, por esse motivo tínhamos que ser rígidos com ele, pelo menos até que aprendesse a lição.
Nesse mesmo dia enquanto cuidava de meus afazeres domésticos, nem sei bem porque, comecei a falar com Deus e dizer-lhe que já estava cansada de sempre ter que pagar um preço caro para tudo o que eu desejava e questionei à Deus. 'Por que Senhor, por qual motivo tudo o que mais quero tem que ser à base de muito choro, sofrimento e espera, por que o Senhor não me faz um agrado de vez em quando, e concede o que quero, nem que seja apenas para satisfazer ao meu coração, como se fosse um presente, só pra me agradar?' Fiz essa pergunta já em prantos...
No mesmo instante em que eu falava Miguel começou a correr descalço no molhado e o adverti por duas vezes e o alertei para que calçasse as sandálias, e ele não me deu ouvidos. Na terceira vez adverti com a ameaça que se ele não obedecesse ficaria de castigo e mais uma vez não me ouviu, e finalmente dei a ordem final - Vá para o berço e fique lá até segunda ordem!
E qual não foi a minha surpresa, ele rapidamente disse - Está bem mamãe,
vou para o castigo. e eu cheguei à conclusão, meu filho prefere ir para o castigo do que obedecer a uma simples ordem dada por mim.
Foi nesse momento que senti Deus falando comigo. -
Da mesma forma que Miguel age com você;você minha filha, tem agido comigo. Muitas vezes eu tenho o desejo de presenteá-la, de agradá-la, mas sei que não posso fazer isso porque você tem se comportado como Miguel, e o único meio que encontro para corrigi-la e chamar a sua atenção é lhe negando algo e lhe dizendo não. Mas o pior mesmo, o que mais me fere, é quando você prefere, como Miguel, ir para o castigo,prefere me desobedecer, ficando assim muito mais distante do bem que lhe quero fazer!
E é assim mesmo, muitos de nós preferimos tomar essa atitude e pagar o preço pela desobediência, do que simplesmente nos curvarmos diante da soberania de Deus e nos deliciarmos com os benefícios que a obediência nos traz sem falar no prazer que proporcionamos a Ele, pois qual pai não tem o desejo de ser obedecido e compreendido pelo filho? O desejo do nosso Pai com certeza é nos abençoar, nos encher de presentes e mimos, mas para isso precisamos entender e aceitar que o nosso maior prazer tem que estar em obedecer à Deus. Pense nisso e, assim como eu perceba que atravez de situações corriqueiras do dia a dia, Deus pode querer falar profundamente com voce. Esteja atento ao que o Espírito Santo de Deus tem para te revelar. Fique na Paz!